Aluga-se

Aluga-se um espaço em coração que sabe amar,

De tamanho exagerado para quem quer que for morar,

Um pouco devastado mas ajudo a reformar,

Passou por poucas donas e está a empoeirar.

Mas que a inquilina seja uma meio fixa,

Que aceite um contrato com um prazo de uma vida,

Pois muitas moradoras nunca foi uma saída,

Quero uma cuidadosa para não causar ferida.

Desejo que saiba plantar, para o amor florescer,

E quem sabe cantar pra não deixar entristecer,

Mas exigo o carinho que é a moeda a valer.

Aluga-se um cantinho aconchegante bem aqui,

Aluga-se um pedaço do que de melhor em mim,

Alugo meu amor, mas alugo só pra ti.

Lucas Portal de Almeida Neto

~ por lucasexplica em 04/11/08.

2 Respostas to “Aluga-se”

  1. Que parem de frescura as inquilinas.

  2. eu quero alugar, ou melhor, ser proprietária.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: