O artista e o faxineiro.

Lá vai o artista, com toda sua pretensão, nos emocionar com mais uma obra.

Ele passa o sentimento dele na tela, mas o mais incrível, ele passa o nosso sentimento também.

Lá vai o artista, todo pomposo, mostrar que nem sempre o real é consistente.

A cada pincelada ele torna o sentimento mais tangível, mais embriagante.

Lá vai ele, levando junto suas telas, como quem crê que, um dia, elas viverão.

E o pior de tudo é que ele faz com que, dentro de nós, elas ganhem vida.

Mas tem algo de errado aqui?

Essa sujeira que o pintor deixou aqui não faz parte da sua obra, ela não tem emoção.

Ela não nos passa nada além da idéia de que tudo, um dia, tem aquele destino.

A sujeira é o lado mal das coisas, é o que sobra depois que tudo de bom foi aproveitado.

A sujeira, em certos momentos, somos nós.

E então entra em cena o verdadeiro artista.

Mas ele não tem seu nome publicado e nem seus trabalhos aclamados.

Ele não fala de nietzsche e nem sabe quem são os renascentistas.

Tudo que ele têm é a visão da beleza, mas uma visão pura,

sem distorções pseudo-culturais pré-concebidas,

sem frases de efeito,

sem um forte refrão.

Ele só tem a beleza na sua forma bruta.

E com isso, ele faz a arte, deixando a beleza visível pra nós.

Tudo que o pintor fez foi separar o belo do feio, mas deixando ainda os dois a mostra.

O faxineiro sim, purificou o trabalho, deixou sua marca, fez sua arte.

Sua arte somos nós e os sentimentos que nos compõem.

Sua arte é tudo, sua arte é a vida.

E mesmo assim, ele é só o faxineiro.

~ por lucasexplica em 10/03/09.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: