um dejá vu dêmode.

Ele simplesmente acordou um dia e nada estava no lugar.

Seu espelho não estava no lugar.

Suas roupas não estavam no lugar.

Ele não estava mais no seu lugar.

Ele se sentia flutuando em uma imensa camada de superficialidade, quando tudo o que ele queria era um pouco de aconchego e carinho, um pouco de calor.

Ele sabia o que queria, e sabia como queria, mas não sabia onde encontrar.

Seus sentidos já balançavam, quase parecendo se entregarem.

Sua visão turvava quando as cenas de felicidade passavam por sua cabeça.

Seu coração bombeava mais sangue para seu corpo frio quando ele pensava ter encontrado o que procura.

Seus ouvidos ouviam sinfonias em simples acordes que refletiam seu interior.

Ele simplesmente acordou um dia, levantou, escovou seus dentes, e nada estava no seu lugar.

Ouvindo: Alkaline Trio – Another Innocent Girl.

~ por lucasexplica em 16/04/09.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: